Áreas livres: empreendimentos investem em espaços abertos para lazer e bem-estar

Praticar atividades ao ar livre, com espaço e muito verde é sinônimo de qualidade de vida e tornou-se um desejo de muitas famílias com a pandemia.

Por isso, muitos empreendimentos estão investindo em opções de lazer e de bem-estar que fujam dos tradicionais ambientes fechados de salões de festas, brinquedotecas e academias.

Atentas a essa nova tendência de mercado, a De Martin Construtora e a Modrí acabam de lançar o Villa Verde Condomínio Clube.

Localizado em Jardim Limoeiro, Serra, o residencial traz novidades como pista de caminhada e corrida, ideal para quem não abre mão de praticar exercícios ao ar livre.

Para as mamães e papais de pets, o Villa Verde terá o petplay, um espaço exclusivo para os animais interagirem e gastarem muita energia.

Já quem curte um piquenique com as crianças ou vizinhos, o condomínio terá uma área de pomar, com sombra de árvores frutíferas.

“Ter espaços abertos para praticar exercícios, relaxar ou interagir com vizinhos é um diferencial para quem busca viver com qualidade de vida. Por isso, investimos em áreas verdes e paisagismo”, destaca a diretora comercial e de Marketing da De Martin Construtora, Aline De Martin.

Home office

O Villa Verde Condomínio Clube terá apartamentos de 2 quartos com home office e opção de varanda ou quintal no térreo.

Na área comum, os moradores poderão usufruir de um coworking com cabines de trabalho e sala de reunião.

Para lazer e bem-estar, o condomínio também terá piscinas (adulto e infantil), churrasqueira, salão de festas, academia, playground, quadra recreativa, praça de convivência e varanda gourmet com churrasqueira.

Os apartamentos terão áreas que variam de 46,69m² a 92,63m² e serão entregues com piso cerâmico em todos os ambientes e estrutura para ar-condicionado Split nos dois quartos. Há opção de apartamentos com vagas de garagem coberta

O projeto do Villa Verde foi desenvolvido pelo arquiteto Lucas Weber e traz fachada moderna e paisagismo diferenciado.

Villa Verde Condomínio Clube | Jardim Limoeiro, Serra

Status: Lançamento.

Apartamentos: 2 quartos com home office, com opção de varanda ou  quintal privativo.

Metragem: a partir de 46,69m² até 92,63m², para unidades com quintal no térreo.

Preços: a partir de R$ 188.970,00.

Condições especiais: ITBI e Registro inclusos, descontos de até R$ 15 mil e entrada parcelada em até 60 meses. Algumas unidades podem ser financiadas pelo programa Casa Verde e Amarela.

Lazer: piscinas adulto e infantil; academia; salão de festas; varanda gourmet com churrasqueira; praça de convivência; playground; quadra recreativa; churrasqueira; área verde com pomar; academia; pet play e pista de caminhada e corrida.

Diferenciais: coworking com sala de reuniões; localização privilegiada; dois elevadores por torre; estrutura para ar-condicionado Split nos quartos; piso cerâmico em todos os ambientes; opções de vagas de garagem cobertas e fachada moderna.

Mercado imobiliário: a pandemia e o novo perfil de lar

Há mais de dois anos, a pandemia da Covid-19 vem impactando o mundo e promovendo mudanças nas relações humanas, no mercado de trabalho e nos negócios.

No segmento imobiliário, um dos mais fortes da economia brasileira, não foi diferente.

A construção civil não parou e conseguiu manter vendas e lançamentos, apesar da alta no custo e na demora da entrega de alguns materiais de construção.

Para atender às famílias, no entanto, as empresas precisaram se reinventar. Afinal, novos hábitos de consumo surgiram ou foram acelerados por conta da pandemia.

Agora, o lar é também espaço de trabalho, de estudo e de maior convivência entre crianças, adolescentes, adultos, idosos e pets.

Passamos mais tempo dentro de casa, o que fez crescer a procura por mais espaço, maior conforto, lazer e áreas livres.

Levantamento do Secovi-SP & Brain mostrou que 87% dos entrevistados julgam ser indispensável ter uma área de trabalho em casa; e 80% deles desejam sacada no próximo imóvel.

Também sabemos que as famílias com área verde e/ou quintal sofreram e sofrem menos durante a pandemia.

Por isso, a valorização de imóveis com áreas verdes e maior contato com a natureza também cresceu entre os brasileiros.

Outra tendência forte no mercado imobiliário que merece a nossa atenção é o “mundo pet”. Segundo o IBGE 2020, 46% dos lares no país têm ao menos 1 cachorro.

Então é preciso pensar em como inserir os hábitos e as necessidades dos chamados “pais e mães de pets” nos projetos imobiliários.

Na lista de tendências, também vale destacar a busca por imóveis que oferecem lazer, segurança, espaço, boa iluminação e boa ventilação.

Tudo isso mostra que o mercado imobiliário está em movimento e que a construção civil precisa acompanhar os novos hábitos de consumo.

E, de fato, o setor está mais atento. Prova disso é que já existem lançamentos imobiliários na Grande Vitória, mesmo os de padrão econômico, que oferecem plantas com espaço para home office e opção de quintal no térreo ou varanda.

Nas áreas comuns, além do lazer completo, já há empreendimentos com área livre para pets, horta comunitária, pomar e até pista de caminhada e corrida.

Esses são só alguns exemplos do que já é possível encontrar em novos projetos, construídos para atender um novo perfil de lar, que surgiu durante a pandemia.

Na busca por conquistar a preferência do cliente, sai na frente quem está de olho nas novas tendências, sem abrir mão da qualidade e da boa técnica de construção.

Ricardo De Martin, fundador e diretor-geral da De Martin Construtora