var hc_dominio_chat = "demartin.housecrm.com.br"; //dominio nao pode conter http:// var hc_color = "red"; var hc_filial = ""; var hc_empreendimento = ""; var hc_https = true;

Entenda como funciona o programa Minha Casa Minha Vida

Minha Casa Minha Vida

Criado em 2009 pelo Governo Federal, o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) oferece condições facilitadas para famílias de baixa e média renda financiarem a casa própria.

O programa oferece várias vantagens para o financiamento do primeiro imóvel, tais como menores taxas e juros, pagamento em até 30 anos e subsídio do Governo.

Com tantas facilidades, é comum surgirem dúvidas sobre quem pode participar do Minha Casa Minha Vida.

Confira, abaixo, todas as nossas dicas e aproveite: a De Martin Construtora tem residenciais com excelente localização, amplo lazer e segurança que podem ser financiados pelo Minha Casa Minha Vida!

Converse com um de nossos corretores e faça a simulação do seu financiamento para um de nossos empreendimentos:

Villa do Mestre Residencial Clube:

Nosso mais novo lançamento, no bairro Jardim Limoeiro, Serra, o Villa do Mestre Residencial Clube tem acesso fácil a Vitória e excelente estrutura de comércio e serviços.

Villa Santa Inês Residencial Clube:

Localizado em Vila Velha, a poucos minutos da Praia de Itaparica, o residencial Villa Santa Inês é completo e oferece opções de apartamentos de 2 quartos, todos com varanda.

Saiba mais sobre o Minha Casa Minha Vida

Como funciona

O programa Minha Casa Minha Vida foi criado pra facilitar o acesso à moradia a milhões de brasileiros que não possuem casa própria. Ele oferece várias vantagens como taxas e juros menores; pagamento em até 30 anos; e subsídio do Governo, ou seja, o Governo paga parte do valor do imóvel.

Se a sua família tem renda mensal menor que R$ 2.600,00 é preciso se inscrever na prefeitura da sua cidade ou em uma entidade organizadora para participar do programa.

Se a renda familiar for maior, pode procurar uma construtora credenciada à Caixa Econômica Federal, como é o caso da De Martin Construtora, para ter acesso ao financiamento.

Quem pode participar

Podem participar as famílias que ainda não têm imóvel próprio e com renda dentro de uma das faixas atendidas pelo MCMV. Atualmente são 4 faixas, sendo que a De Martin Construtora financia empreendimentos nas faixas 2 e 3.

Faixa 1

Faixa para famílias com renda de até R$ 1.800,00. O financiamento é de até 120 meses, com prestações mensais que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00, conforme a renda bruta familiar. A garantia para o financiamento é o imóvel que você vai adquirir.

Faixa 1,5

Essa faixa para famílias com renda de até R$ 2.600,00. Nesses casos, as taxas de juros são de apenas 5% ao ano e a família tem até 30 anos para quitar o imóvel. Já o subsídio pode chegar a R$ 47,5 mil.

Faixa 2

Faixa para famílias com renda de até R$ 4.000,00 e que podem financiar o imóvel com subsídio do Governo de até R$ 29.000,00.

Faixa 3

Destinada a famílias com renda de até R$ 7.000,00, essa faixa do programa oferece taxas de juros diferenciadas em relação ao mercado.

Quem não pode participar do MCMV

  • Quem já tem imóvel próprio em seu nome;
  • Quem já recebeu recursos para financiamento habitacional do governo;
  • Se tiver restrições de crédito em seu nome;
  • Menores de 18 anos;
  • Pessoas que usaram o FGTS para financiar um imóvel nos últimos 5 anos.

Valores dos imóveis financiados

  • DF, RJ e SP: imóvel de até R$240 mil;
  • Capitais do Sul, ES e MG: imóvel de até R$ 215 mil;
  • Demais capitais: imóvel de até R$ 190 mil;
  • Cidades com mais de 100 mil habitantes: imóveis entre R$180 mil, a depender da região;
  • Municípios com população entre 50 e 100 mil habitantes: imóveis entre R$ 145 mil, a depender da região;
  • Cidades com população entre 20 e 50 mil habitantes: imóveis entre R$110 mil, a depender da região;
  • Demais municípios: imóveis de até R$ 95 mil.

Documentação necessária

  • RG;
  • CPF;
  • Certidão de casamento ou nascimento;
  • Ficha de cadastro habitacional;
  • Seis últimos comprovantes de renda;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Extrato do FGTS atualizado;
  • Cópia da carteira de trabalho (CTPS);
  • Declaração do imposto de renda.

Quer facilitar seu sonho?

siga este passo-a-passo exclusivo
para se aproximar mais de seu apartamento.